Porque ter um site ou blog em WordPress? Faça do jeito certo!

Blog em WordPress

Se você está pesquisando sobre a possibilidade de ter seu projeto na internet, criar um blog ou site é uma das necessidades. E talvez você tenha pensado em ter um site ou blog em WordPress, certo?

Afinal, a plataforma é essencial, especialmente se você quer criar um blog de modo profissional. São tantas as opções, que é normal ficar perdido.

Sei bem como é porque já passei por isso. Via sites e blogs lindos e ficava imaginando como a pessoa criou aquele site ou blog.

Será que todo mundo tinha habilidades de programação menos eu? Não era possível. Assim, tentei criar blogs em várias plataformas achando estar fazendo a coisa certa.

Já tive blogs no Blogspot, no WordPress.com e até tentei fazer um no Wix.

E esse é um dos principais erros que vejo as pessoas cometendo, como eu mesma já fiz.

Mas se você quer ser realmente levado a sério, você precisa criar seu site ou blog na plataforma correta.

O que é o WordPress?

O WordPress é uma plataforma gratuita, denominada uma plataforma (CMS – Content Management System ou Sistema de Gerenciamento de Conteúdo) para a criação de sites dos mais variados tipos.

Ela é feita por centenas de colaboradores espalhados ao redor do mundo. Criado para ser focado em blogs e portfólios, se tornou a maior e melhor plataforma da atualidade.

Sem ser demasiado técnico, é uma forma de construir e atualizar um site que permite controlar seu próprio conteúdo sem precisar aprender códigos de programação.

Ou seja, são blocos de códigos pré-programados, o que facilita, e muito, a vida de quem está começando e busca por um site ou blog para seu projeto.

WordPress.org x WordPress.com

Logo nas primeiras pesquisas, você pode ver essas duas opções e ficar na dúvida de quais as vantagens de cada uma e o que é melhor para o seu caso.

O WordPress.org é o mais utilizado. É a opção que a maioria das pessoas usa, com mais de 45 mil plugins e bastante popular, que você encontrará em vários sites diferentes.

E existem muitas razões para isso.

Diferenças entre WordPress.org x WordPress.com

#1.Custo

WordPress.org é auto-hospedado, WordPress.com não é.

Isso significa que o WordPress.com é gratuito e você não paga pela hospedagem. Já o WordPress. org não é gratuito porque a hospedagem precisa ser paga.

Apesar do WordPress.com não ser pago, para obter recursos extras e profissionais (acesso ao Google Analytics, plugins, outros temas, etc), você paga mais, o que sai ainda mais caro do que o WordPress.org.  É o barato que sai caro.

#2.Hospedagem

O WordPress.org é auto-hospedado, como dito acima. Isso significa que você precisa buscar uma empresa para hospedar seu site. Eu recomendo a que a WPDash, pois eles são especializados em WordPress.

Os valores para um site ou blog básico fica a partir de R$29,00 por mês. Um valor bem razoável.

Se você quiser fazer um teste com o WordPress, você pode usar uma hospedagem gratuita como o da Hostinger.

Foi a primeira que eu usei  para criar meu blog em WordPress e depois que me senti confortável com a plataforma e vi que não era um bicho de sete cabeças, eu migrei para a versão paga.

É importante notar que porque a hospedagem é grátis, existem muitas limitações. Para você ter uma ideia, quando um dos meus posts alcançou 100 visitas por dia, o site simplesmente saia do ar porque tinha uma limitação de visitas por dia e mês.

Se eu quisesse mais visitas, eu teria que fazer o upgrade. Aí que vi o porque ele era gratuito. Então fica o aviso. É legal apenas para testar.

Você é responsável pela hospedagem, back-ups e segurança do seu site. Mas existem plugins gratuitos para te ajudar com essa função.

No caso do WordPress.com, a empresa toma conta dos back-ups, sistema de segurança e sistemas de arquivo.

Mas você não tem nenhum acesso ao protocolo de transferência de arquivos (FTP) para seus arquivos – o que significa que você não pode fazer o download, fazer backup ou ter qualquer controle sobre os arquivos que compõem seu site.

#3.Domínio

No WordPress.org você precisa obter o próprio domínio ou nome do seu site ou blog. Entrando no Registro.br, você consegue verificar se o nome ainda está disponível e fazer o registro do seu nome. O valor atualmente fica em torno de R$40,00 ao ano.

As empresas de hospedagem incluem muitas vezes o valor do domínio no pacote da hospedagem. Vale a pena verificar antes de contratar.

No WPDash, o domínio é gratuito para as seguintes extensões: .com,.net,.org,.com.br,.net.br,.blog.br

No WordPress.com a versão gratuita te dá um endereço assim: meusite.wordpress.com.br, o que é ruim para o SEO.

Para ter um nome próprio sem a palavra “WordPress” no meio, você precisa fazer um upgrade pago.

#4.Design do site

WordPress.org é personalizável, WordPress.com é menos personalizável.

O WordPress.org tem mais de 1500 gratuitos, fora os pagos, que podem ser personalizados para refletir sua marca.

Para uma versão profissional, recomendo que você use um dos inúmeros temas profissionais que existem no mercado. Eles são melhores programados e oferecem suporte.

No WordPress.com você fica limitado as 100 versões gratuitas e é difícil criar um site que represente realmente sua marca.

O mesmo pode ser dito para os plugins. Eles são bastante limitados. Plugins customizados não são permitidos na plataforma.

Outro ponto é que é mais fácil encontrar profissionais para te ajudar com o WordPress.org e a comunidade da plataforma é enorme e pode também te ajudar gratuitamente.

#5.Facilidade de uso e otimização

Uma excelente vantagem é que ele é fácil de usar e otimizável. A plataforma é simples, intuitiva e mesmo sem ter muita noção será possível mexer e fazer os ajustes necessários.

Em alguns minutos você já está dominando o que é necessário. E por oferecer milhares de plugins, em alguns cliques é possível personalizar o site e deixar da forma que você achar melhor.

Temas novos sempre são colocados e é possível ir trocando a aparência sempre que quiser.

O WordPress.org é amigável com os motores de busca. Ou seja, os mais populares, como o Google, preferem sites WordPress porque é fácil de rastrear. Então você conseguirá ser encontrado pelo Google com mais facilidade.

#6.Propriedade do conteúdo

No WordPress.com você não é dono do conteúdo que você publica. Isso mesmo. O Worpress.com que é.

No WordPress.org você não só é dono do seu conteúdo, como pode vendê-lo sem pedir permissão a ninguém.

#7. Capacidade de monetização

O WordPress.com não permite que você ganhe com links afiliados.

Como exceção, apenas se você escrever um livro, filme ou jogo e publicar na Amazon ou publicar seu prório produto no Etsy Shopping, mas de maneiras bem restritas.

Se você não acredita, veja isso aqui: http://en.support.wordpress.com/affiliate-links

Se você não seguir as regras, eles podem tirar seus links ou suspender sua conta.

Você também não pode colocar anúncios ao menos que você tenha 25 mil page views por mês.

#8.Continuidade do site

Se você hospedar seu blog no WordPress.com, seus Termos de Serviço afirmam muito claramente que o WordPress.com “pode ​​encerrar seu acesso a toda ou parte do site a qualquer momento, com ou sem causa, com ou sem aviso prévio, efetivo imediatamente. ”

Ou seja, depois de todo o trabalho que você teve, você pode acabar sem nada.

Empresas que utilizam o WordPress.org

Grandes empresas como a agência de notícias Reuters, a revista Vogue USA, a Time Magazine Online e até a Globo usam a plataforma em seus sites. Até a Data.gov, diretório de dados abertos do governo dos Estados Unidos, é usuária da plataforma, demonstrando o quanto é seguro ter o WordPress.org em seu site.

Desvantagens ao não utilizar

É bem comum, ao pesquisar sobre o assunto, encontrar várias opções de plataformas para criar seu site. Mas saiba que dos pontos positivos citados, você perderá boa parte deles.

Os mecanismos de busca podem não reconhecer seu site como confiável e de assuntos relevantes e não mostrarem em pesquisas sobre o assunto, a segurança pode estar em risco e ajustar o que é necessário pode ser bem mais complicado.

E se você trabalha ou quer trabalhar com marketing digital, a plataforma pode ser uma excelente ajuda no seu dia a dia.

Isso porque atende diversas necessidades desse mercado, como uma ferramenta para fazer landingpages, caso você esteja sem verba para pagar por isso.

Caso seja necessário terceirizar algum serviço para seu site ou blog, profissionais costumam ter mais disposição para trabalhar com o WordPress.org, o que também será um facilitador na hora de encontrar pessoas para te ajudarem em algum detalhe específico.

Portanto, ter um site ou blog em WordPress, especialmente o WordPress.org não é só uma opção, mas sim uma necessidade.

Domine a plataforma e tenha um blog em WordPress

Se você quer aprender a utilizar o WordPress para ter seu site ou blog em WordPress, a Udemy oferece um curso de como fazer um site em Wordpres gratuito (em inglês).

Bônus: para quem já usa o WordPress, sabe que às vezes é necessário fazer alguns ajustes com html, que são meio delicados para quem não é programador. Esse site tem uma página com as funções e os códigos prontos. É só copiar, colar no seu site e editar com suas informações.

Você já usa a plataforma? Qual a sua opinião sobre ela?

Opt In Image
Inscreva-se e baixe o e-book.
São 16 páginas com dicas práticas para aumentar seu tráfego!

Deixe uma resposta

Quer ir direito ao ponto? Experimente a consultoria.Saiba Mais.
+ +

Receba mais coisas como essas
no seu e-mail

Inscreva-se em nossa lista de e-mails e receba materiais interessantes e atualizações na sua caixa de e-mails.

Obrigada por inscrever-se.

Alguma coisa deu errado.