Guia Definitivo para o SEO em 2018 – Parte 1

 

Se você quer aparecer nos primeiros resultados do Google, você precisa usar estratégias de SEO (Search Engine Optimization) ou Otimização para os Mecanismos de Busca. E de preferência, as estratégias atuais. Por isso trago nesse post o “Guia Definitivo para o SEO em 2018”.

Essa é a primeira parte porque quis abordar dicas detalhadas e extensas para te ajudar.

Essas estratégias foram apresentadas pelo famoso Brian Dean, um grande especialista de SEO, dono do site Backlinko.

SEO em 2018

#1. Rankbrain e Sinais de experiência do usuário

De acordo com o Google, Rankbrain é um dos fatores mais importantes do SEO atualmente.

E será ainda mais para o SEO em 2018.

Mas o que é Rankbrain?

Rankbrain é um sistema de Machine Learning (aprendizado de máquina) que ajuda ao Google a ordenar os resultados.

Ele mede como os usuários se relacionam com os resultados apresentados na busca e ranqueia de acordo.

Como exemplo, veja o resultado abaixo na procura de “manteiga de amendoim”. Vamos supôr que você gostaria de aprender como fazer uma e então você encontra os resultados abaixo:

SEO em 2018

Indo para a parte orgânica, você acha interessante o 4o resultado porque ele fala de uma manteiga de amendoim caseira e você clica nele.

Após ler, você acha que é o melhor conteúdo sobre o assunto que você já leu.

O Rankbrain registra isso e pode fazer com que o resultado suba de lugar se mais pessoas acharem o mesmo.

Se por outro lado, as pessoas clicarem no primeiro resultado e acharem ruim, o Rankbrain vai entender que o conteúdo não é legal e pode movê-lo para baixo, tirando ele do primeiro lugar.

Assim, o Rankbrain leva em consideração dois pontos para avaliar a interação:

  1. Quanto tempo alguém fica na página (Tempo de espera);
  2. A porcentagem das pessoas que clicam nos seus resultados (Taxa de cliques).

E poque isso importa?

#1. Tempo de espera

O tempo de espera é tempo que a pessoa fica na sua página/ post.

O Google se importa MUITO com isso.

Esse é um sinal fortíssimo de que ele trouxe a página certa para a palavra procurada. Mas não só isso, a quantidade de tempo de espera mostra que o conteúdo é bom. Senão a pessoa já teria ido embora.

Ou seja, quanto mais tempo a pessoa gastar lendo seu conteúdo, melhor.

E se seu conteúdo é melhor, o Google tende a posicioná-lo em melhor lugar, fazendo com que você tenha mais visitas orgânicas, o que é a nossa meta.

Um estudo da Search Metrics trouxe que a média de “tempo de espera” dos resultados da 1a página do Google é de 3 minutos e 10 segundos.

Então, capriche para ficar próximo a esse tempo!

No vídeo abaixo, Brian Dean fala mais sobre como melhorar o seu “tempo de espera” e apresenta um case que aconteceu com ele (em inglês):

O vídeo é muito bom, mas para quem não quer vê-lo ou não sabe inglês, ele indica 3 estratégias para aumentar o tempo de espera no site:

#1. Frases pontes

“Frases pontes” é uma técnica de copywriting que Brian aprendeu e serve para tirar a monotonia do texto, despertar curiosidade e gerar atenção.

Afinal, é duro manter uma pessoa lendo com textos longos, não é verdade?

As pessoas tendem a escanear o texto para ver do que se trata.

Poucas serão as pessoas que lerão tudo.

Então, estruturar corretamente seus posts é super importante também.

Voltando as “frases pontes”, elas ajudam com que a pessoa permaneça no texto. Abaixo algumas delas:

E o que isso importa? Eu usei essa lá em cima. Se você continua aqui, funcionou 😉

Veja

Eu não posso enfatizar isso de modo suficiente

A melhor parte?

Qual a verdadeira história?

Isso não é tudo….

Como você pode usar isso?

A sugestão dele é sempre adicionar essas palavras e frases em partes do conteúdo aonde a pessoa estiver ficando entendiada ou cansada para que ela permaneça no texto.

#2. Sub-cabeçalhos com benefícios direcionados

Primeiro seu conteúdo deve ser quebrado com sub-cabeçalhos para facilitar a leitura.

Mas não qualquer sub-cabeçalho, mas os que levem a benefícios claros.

Supondo que seu texto fale de moda e de tendências 2018.

Ao invés de usar por exemplo “Calças Pantalonas” como um sub-cabeçalho, o ideal serial apresentar algum benefício. Algo como “Calças Pantalonas, tendência que ajuda a afinar” ou “Calças Pantalonas, aproveite para ficar estilosa e magra”.

Enfim, algum benefício que seja verdadeiro e que chame a atenção do seu público.

#3. A Fórmula APP, a receita para fisgar seu leitor

De acordo com Brian, quando você recebe uma visita do Google, você tem apenas 2 segundos para convencer a pessoa a ficar.

E se você perdê-la, será para sempre.

A Fórmua APP, que é usada para melhorar o tempo da pessoa na página é a tradução para A de agree (concordar), P de promise (promessa) e P de preview (prévia).

A ideia é fazer a pessoa que fez a busca no Google e encontrou seu post concorde com uma afirmação e seja fisgada por uma promessa e prévia do assunto.

Vamos supôr que a palavra-chave fosse: ceia de natal light

Quando a pessoa concorda, isso mostra que você entende do que a pessoa está procurando e é mais provável que ela continue lendo.

Concordância: É difícil encontrar uma ceia de natal light para não engordar, mas que seja também gostosa e agrade toda a família, não é verdade?

Nesse ponto você promete uma solução.

Promessa: A realidade é que fazer uma ceia de natal light e deliciosa é muito mais fácil do que você pensa. E não só isso, é inclusive muito mais barato.

No final, dê uma introdução direta do que o leitor vai encontrar.

Prévia: Nesse post, eu vou te ensinar como fazer uma ceia de natal light incrível que vai ajudar na sua dieta e ao mesmo tempo agradar sua família e amigos sem gastar muito dinheiro.

#2. Taxa de cliques

Normalmente, o Google dá mais relevância para quem tem taxas de cliques mais altas, certo?

Faz sentido já que isso mostra que aquele resultado é mais interessante para a maioria.

Só que Brian, descobriu que algumas vezes o Rankbrain às vezes rankeia uma página mais alto do que “deveria”.

E se essa página tem uma taxa de cliques acima da média, ela é posicionada acima de modo permanente.

Faz todo o sentido já que se ela está recebendo um monte de cliques de ser posicionada mais alto.

Brian oferece uma série de estratégias para aumentar a taxa de cliques no infográfico abaixo.

Basta clicar para ir até a página e ver todas as ideias.

SEO em 2018

Abaixo 3 das mais interessantes para colocar em prática imediatamente:

#1. Seja emocional

As emoções fazem com que as pessoas cliquem como loucas.

Ganchos emocionais aumentam os cliques dramaticamente.

No infográfico ele mostra uma tabela de espectros de sentimentos em inglês que podem ser usados.

Nesse meu post, você encontra ideias e palavras poderosas que vão te ajudar a fazer títulos melhores.

Veja a diferença dos títulos abaixo sem e com o uso de emoções:

Título focado no SEO – “Escaneamento tardio de câncer nos seios: as 10 coisas que você precisa saber”.

Título emocional (focado no medo) – “Com o diagnóstico tardio de câncer nos seios, a taxa de sobrevivência cai para 22% – Seja escaneado hoje”.

#2. Use uma lista numerada

As pesquisas mostram que posts com números fazem que as taxas de cliques aumentarem em 36%.

E o ideal é que sejam números ímpares.

Essa dica também está no meu post que menciono acima.

#3. Ponha-se no lugar do outro

Escreva os seus títulos da perspectiva de uma das personas abaixo:

  • O portador das más notícias;
  • O herói ou o vilão;
  • O comediante;
  • O amigo que te faz sentir bem.

Título focado no SEO – “Marido traindo: Como saber a verdade”.

Título emocional (herói/ vilão) – “Com quem o seu marido está dormindo AGORA? Vingue-se com um sorriso no rosto”.

Bom, esse é o fim do primeiro capítulo desse guia de SEO em 2018. Semana vem trago a próxima parte.

Espero que você tenha gostado e já planeje implementá-lo hoje mesmo.

E por falar em planejamento, 2018 já está logo aí. Aproveite para adquirir o Blog Planner 2018, que está com desconto para leitores e inscritos no blog.

Opt In Image
Inscreva-se e baixe o e-book.
São 16 páginas com dicas práticas para aumentar seu tráfego!

18 Comments

Deixe uma resposta

Quer ir direito ao ponto? Experimente a consultoria.Saiba Mais.
+ +

Receba mais coisas como essas
no seu e-mail

Inscreva-se em nossa lista de e-mails e receba materiais interessantes e atualizações na sua caixa de e-mails.

Obrigada por inscrever-se.

Alguma coisa deu errado.