Checklist do post – 15 itens para checar antes de publicar

checklist do post

Você tem publicado posts no seu blog periodicamente (diária ou semanalmente) de modo regular. Tem também seguido boas práticas para aumentar o número de vistantes novos e recorrentes. Fantástico! Nesse post, vou compartilhar um checklist do post que vai te trazer ainda mais tráfego.

São 15 itens que você precisa checar antes de clicar em “Publicar”.

Checklist do post – 15 itens para checar antes de publicar

#1. Título atraente

O ponto mais importante do seu post é seu título.

Ele que define se o leitor clicará no post ou não. Ele também que definirá quantas pessoas vão até o seu blog e leem o seu texto.

Gaste um tempo considerável criando cada título de modo que fique irresistível que seu público clique nele.

Dois pontos são fundamentais:

  1. Ele precisa ser irresistível para seu público. Você deve conhecer bem o que os seus leitores buscam no nicho em que você fala. O título deve focar em resolver um problema, levantar uma controvérsia ou mostrar uma novidade interessante para seu público.
  2. O título deve trazer um benefício claro para o leitor. Nada de títulos confusos. O título pode criar curiosidade, mas precisa ficar claro quando a pessoa pensar “O que eu ganho com isso?”. Lembre-se que você está tentando obter um pouco do tempo do leitor para ler seu texto. Ele precisa sentir que vai valer a pena o tempo gasto.

Leia mais: Como escrever títulos cativantes. Use essas estratégias comprovadas.

#2. Faça com que seja fácil de ler

Vejo muitos textos publicados que mais parecem ser teses de mestrado do que posts em blogs.

Os textos na internet são diferentes de textos de livros.

A internet é cheia de conteúdo de todo tipo e por isso, o que a maioria das pessoas fazem é escanear os textos com os olhos. É preciso considerar que poucas pessoas lerão o texto todo.

Garanta que o texto seja de fácil digestão para motivar a leitura no momento ou posterior.

Você já não deu uma passada de olhos em textos que achou legal, mas guardou para ler depois? Eu já.

Isso acontece porque o texto mostrou-se atraente e bem estruturado.

Aqui o que fazer para que as pessoas que você atraiu com seu título não fujam com um texto assustador.

checklist do post

 

Divida o texto em partes fáceis para leitura:

Use “bullet points” e sub-títulos: se você usa o WordPress, faça com que os sub-títulos estejam nos cabeçalhos de 1 a 6, também conhecidos como H1 a H6. Além de destacar os sub-títulos, isso ajuda com o SEO.

Escreva poucas palavras e poucas sentenças: é mais fácil de ler quando existem poucas palavras com espaços entre um texto e outro. Assim, seu leitor e o texto podem respirar.

Use imagens entre os textos: seja um tutorial, uma resenha, um artigo informativo, fica muito mais interessante e gostoso se ele tiver imagens que ajudem a vender aquela ideia. As imagens também quebram a monotonia do texto.

Escreva uma introdução incrível: os leitores são pegos pela introdução. Se você já leu um livro ou viu um filme, sabe que além do título, os primeiros momentos são tudo. Se for chato, provavelmente você não vai querer continuar.

Com seu texto ocorre o mesmo. Os primeiros parágrafos são o momento de atrair o leitor para ler o resto do texto. Não se demore uma eternidade para entrar no objetivo. Seja direto.

Destaque o que é importante: use negrito, marca texto colorido ou letras em outra cor para chamar a atenção para pontos importantes do seu texto.

#3. Faça com o post tenha SEO

SEO é a sigla para Search Engine Optimization ou Otimização para os mecanismos de busca.

Isso nada mais é do que fazer com que seu post seja mais facilmente rankeado pelo Google.

O Google é uma das principais fontes de tráfego para blogs e sites e por isso você deve aproveitar.

As pessoas buscam termos sobre os quais você fala: “moda verão 2018”, “maquiagem que não desmancha”, “como economizar para as férias”, “filmes românticos”, enfim tudo. Use isso a seu favor.

O meu post “Como otimizar seu site para aumentar sua audiência” tem 18 dicas incríveis para que cada post do seu blog seja otimizado da melhor forma.

No final desse post tem inclusive um checklist para baixar e usar.

checklist do post

#4. Interlink seus textos

Um dos pontos do SEO é interlinkar os textos. Interlinkar os textos é uma técnica chamada de links internos.

A ideia é ligar uma postagem com a outra.

Quando você liga um post a outro, você mostra ao Google que você é especialista naquele assunto já que você cobre um tema com mais profundidade.

Isso é visto com bons olhos e te dá mais chances de estar bem posicionado na busca.

Também é ótimo para que você diminua seu bounce rate ou taxa de rejeição.

Quando você interlinka os posts, sua audiência tem mais chances de conhecer outros textos seus e permanecer mais tempo no seu blog.

Tudo isso diz ao Google que você é fantástico e ele te manda mais tráfego. Eba!

Existem duas maneiras de interlinkar os textos:

No meio do texto para que fique de modo natural ou você pode colocar textos com links relacionados como abaixo:

#5. Imagens otimizadas com SEO

Como falamos, as imagens ajudam a explicar melhor os pontos abordados e dão mais frescor aos textos.

Procure incluir imagens para ilustrar e também para explicar.

Veja se as imagens estão consistentes com a identidade visual do blog (fontes, cores, etc).

O ideal é que você já tenha modelos pré-prontos que só precisem ser adaptados.

Cada imagem deve estar otimizada com a palavra-chave escolhida para o post.

Antes de subir as imagens, renomeie e salve as mesmas com a palavra-chave.

Nunca suba imagens que se pareçam com isso 00053yz.jpg

#6. Crie imagens para o Pinterest

O Pinterest é um enorme fonte de tráfego. Ainda pouco explorada, é uma das poucas fontes de tráfego orgânicas e gratuitas.

Nesse post você vê a importância que ele tem para a estratégia de marketing de qualquer blog ou site.

Aproveite cada post para fazer uma imagem para ser divulgada no Pinterest e ter muitos visitantes.

Leia também: Como criar pins virais que façam o seu tráfego explodir

No final desse post também tem um e-book para baixar com outras 16 dicas de Pinterest para aplicar.

#7. Crie a imagem destacada

A imagem destacada é aquela pequenina que aparece para ilustrar seu post. Veja abaixo aonde ela se localiza no WordPress.

checklist do post

 

Ela é importante também porque existe uma grande chance que essa seja a imagem que será compartilhada nas redes sociais.

Faça com que o título se destaque e faça com que as imagens sejam consistentes com sua identidade visual.

Eu uso o Canva para fazer as imagens compartilhadas. Eu normalmente uso uma imagem horizontal que vai bem para o compartilhamento no Facebook, Twitter e Google Plus.

Para a imagem do Pinterest eu prefiro uma imagem vertical.

#8. Minimize suas imagens

A velocidade do site é importante tanto para as pessoas, quanto para o Google.

Imagens pesadas são um dos principais pontos que fazem com que a página demore a carregar.

E se demorar para carregar, as pessoas vão fechar a página tão rápido que nem dará tempo de piscar.

Por isso, minimize as imagens que vão para seu blog. Você pode usar o Tinypng, que é gratuito e te ajuda a comprimir as imagens sem perder a qualidade.

É possível minimizar antes de colocar no site ou você instalar o plugin e minimizar no próprio site.

#9. Facilite o compartilhamento

Uma das coisas que todo mundo quer é que o blog alcance mais pessoas. E as mídias sociais são ferramentas ótimas para atrair novas pessoas ao blog.

Facilite a vida do seu leitor para que ele possa compartilhar seu conteúdo se ele gostar.

Instale plugins de compartilhamento.

Aqui no blog eu tenho o SumoMe que é gratuito e oferece aquela lista de botões de compartilhamento (é esse lateral acompanhando a leitura do post), o Click to Tweet para facilitar o compartilhamento de frases de tweets. Esse abaixo:

#10. Insira sempre um upgrade de conteúdo

É importante que você construa sua lista de e-mails, de leitores que estão interessados no seu conteúdo.

Isso só é possível quando a pessoa te fornece voluntariamente seu e-mail.

Para que isso aconteça, é preciso que você ofereça algo interessante ao seu público em troca: um e-book com dicas que ele queira, um áudio, um vídeo, um checklist. São vários os itens que podem ser oferecidos.

Garanta que um desses conteúdos sempre esteja em cada post.

Afinal, se a pessoa leu o post todo e se interessa pelo assunto, ela vai interessar-se de baixar o material e você terá uma nova inscrito para sua lista.

#11. Dê crédito a suas fontes

Sempre que mencionar alguém ou algo, dê crédito com um link de volta a sua fonte.

Isso serve tanto de referência para seu leitor que não precisará dar um Google na informação e irá apenas clicar no link, quanto para dar crédito a pessoa que ou lugar que forneceu o material que você está usando.

Como um backlink (link de volta ao site) é um ponto importante, a pessoa a quem você linkou será chamada a atenção dá sua existência e estará mais aberta a criar um relacionamento.

#12. Tenha outros assuntos relativos ao post

Você conseguiu que seu leitor lesse seu texto todo. Parabéns!!!

Que tal aproveitar e oferecer a ele outros temas relacionado? Se ele gostou desse texto, ele pode querer ler outros e ficar ainda mais tempo no seu blog.

checklist do post

Se seu tema não possui essa função de posts relacionados e se você usa o WordPress.org, você pode instalar o plugin WordPress Related Posts que tem essa função.

#13. Termine com uma chamada para ação e uma pergunta

Encoraje seus leitores a interagir com você e seu conteúdo fazendo uma pergunta relativa ao post.

Se você quer ter leitores fiéis é importante estabelecer uma conversação que tenha continuidade.

Quando as pessoas comentarem, responda e continue a conversa.

As pessoas gostam de se sentir importantes e valorizam quem lhes dá atenção.

Também faça uma “chamada para ação”. Entrar na sua lista, assinar a newsletter ou comprar um produto são todas chamadas para a ação.

#14. Revise e edite seu post

Uma vez terminado o texto, revise e edite o mesmo.

Depois de horas escrevendo conheço o desespero de finalmente clicar no botão “Publicar”. Mas é fundamental que você leia tudo pelo menos umas 3 vezes antes de publicar.

Verifique os pontos abaixo:

  • O texto tem começo, meio e fim?
  • Qualquer pessoa do mundo entenderia a mensagem? Veja se não existem termos sem explicação.
  • Se a pessoa correr a barra de texto e der só uma olhada, ela tem uma ideia do conteúdo que tem ali?
  • Os links internos e externos estão funcionando e indo para os locais corretos?
  • A gramática foi verificada e está correta?
  • Existem espaçamentos a mais entre as letras?
  • O seu SEO está otimizado da melhor forma possível?

#15. Programe ou publique

Você sabia que dá para programar os posts?

Você pode programar os posts com antecedência caso você ja tenha vários prontos.

Isso é bem legal para quem não quer perder o cronograma de posts e vai sair para uma viagem de férias.

Você pode programar o dia e até o horário do post.

Nesse último ponto é vital verificar se as programações estão corretas ou se o post foi mesmo publicado.

Ufa! Dá um trabalhão, eu sei. Mas é bom lembrar que o que está publicado na internet ficará registrado a vida toda de certa maneira. Mesmo que você tire do ar, alguém pode ter baixado uma cópia para arquivo.

Assim é bom fazer o melhor trabalho possível.

E não só isso. Cada post fica sendo rankeado pelo Google e trazendo tráfego por anos e anos.

Se você gostou, cadastre-se na newsletter para receber novas atualizações e me fale o que você achou desse checklist do post.

Opt In Image
Inscreva-se e baixe o e-book.
São 16 páginas com dicas práticas para aumentar seu tráfego!

44 Comments

Deixe uma resposta

Quer ir direito ao ponto? Experimente a consultoria.Saiba Mais.
+ +

Receba mais coisas como essas
no seu e-mail

Inscreva-se em nossa lista de e-mails e receba materiais interessantes e atualizações na sua caixa de e-mails.

Obrigada por inscrever-se.

Alguma coisa deu errado.