Pete Cashmore: negócio milionário criado no seu quarto

Pete Cashmore

Quem é empreendedor sempre deve buscar inspiração em pessoas que tem histórias de superação, já conseguiram atingir resultados significativos e hoje se tornaram exemplos. Uma pessoa que você deve conhecer é Pete Cashmore, fundador da empresa Mashable. Ele era um garoto pobre e enfrentou adversidades para se tornar referência com seu site sobre mídias sociais e tecnologia. Conheça um pouco mais de sua história.

Quem é Pete Cashmore?

Pete Cashmore é o fundador e CEO da Mashable, principal site de notícias e informações sobre tecnologia e redes sociais para a geração conectada. A empresa foi fundada em 2005, em Aberdeenshire, Escócia quando Pete tinha apenas 19 anos. Tudo começou de sua cama, como ele mesmo diz.

O blogueiro fez uma cirurgia de apêndice aos 13 anos, acabou ficando mais tempo em casa e ficou para trás nos estudos. Assim ele descobriu a internet, que se tornou sua companhia, e pouco tempo depois de ter a página, começou a ter anunciantes. Cashmore decidiu focar no projeto e largar a faculdade. Hoje a empresa conta com sedes em San Francisco e Nova York.

Veja também: Criar um blog? 25 razões do porquê você deveria ter um.

Ele já foi considerado uma das 100 pessoas mais influentes pelo Time Magazine em 2012. Ele apareceu na na Revista Forbes como personalidade abaixo dos 30 anos.

De um garoto doente a milionário

Cashmore teve que operar a apêndice aos 13 anos e nem tudo ocorreu bem, fazendo assim com que ele não se recuperasse da melhor forma. Isso fez com que ele ficasse em casa descansando e tentando se recuperar, perdendo a escola e o contato com os amigos adolescentes.O que poderia ser uma história triste, anos mais tarde se transformou em uma grande virada.

Na época, ele decidiu usar o computador a aprender tudo sobre blogs e tecnologia. Ele passava as noites trabalhando e as manhãs dormindo. Como estava na Grã-Bretanha, ele escrevia para o mercado americano que tinha mais potencial de consumir seu conteúdo.

Seus pais não faziam ideia do que ele fazia no quarto até um repórter chegar na casa para entrevistá-lo.

Um ano e meio depois de ter criado o blog, dois milhões de pessoas acessavam o portal todos os meses.

Anunciantes apareceram e os negócios foram expandindo. Hoje mais de 40 funcionários trabalham na Mashable, que possui mais de 50 milhões de pageviews.

Pontos a aprender com Pete Cashmore

#1. Aprenda sempre

Durante uma enfermidade que o obrigou a ficar preso no seu quarto e longe de amigos e da escola, ele buscou na web uma educação informal e começar um novo negócio que pudesse se encaixar na condição em que estava. Se você quer que seu negócio cresça, busque aprender sempre, seja sobre seu mercado, seja sobre como divulgá-lo (marketing), é importante ter um educação contínua. Nossa educação não depende mais de faculdade hoje em dia. Você encontra tudo na internet.

35 cursos gratuitos para aprender marketing digital 2017

#2. Analise o mercado

Ele analisou o mercado e viu que talvez a Grã-Bretanha não tivesse mercado suficiente para o que ele estava falando. Mais do que isso. Ele viu que tudo relativo a internet estava acontecendo nos Estados Unidos. Por isso, trabalhou para atender a esse mercado. Você analisou o mercado em que seu blog está? Existe audiência interessada no seu conteúdo? Anunciantes interessados em divulgar suas marcas?

#3. Busque desafios e seja persistente

Na impossibilidade de fazer outra coisa, Cashmore buscou aprender tudo sobre mídias sociais, tecnologia, blog, escrever conteúdos e diversos outros assuntos. De acordo com ele, ele não vê TV e nem assiste filmes. Sua intenção é engajar e participar. Se ele não tem nenhuma influência no assunto, ele não se interessa. No mundo online, essa é uma ótima perspectiva. Mais do consumir os assuntos, sua função é produzir conteúdos que engajem uma comunidade de pessoas.

#4. Fique de olho nos números

Pete era obsessivo em relação aos números. Ele olhava para eles todos os dias. Se seu blog é seu negócio e não apenas um hobby, você precisa ficar de olhos nos números. A audiência aumentou? Seu bounce rate, também conhecido como taxa de rejeição diminuiu? Quais conteúdos as pessoas estão gostando? O Google Analytics é seu melhor amigo para obter essas informações. Elas são importantes para ver se o que está fazendo está trazendo resultados ou existe algo que precisa ser ajustado.

# 5. Execute

Pete considera que a maior lição aprendida durante o processo foi sua capacidade de executar. Apesar dele se considerar muito criativo, ele considera que uma empresa só decola quando há execução. Muitas pessoas começam com uma ideia excitante, mas não seguem adiante. Ótimo conselho: feito é melhor que perfeito. Então faça acontecer.

Esse texto é para você, empreendedor, que busca inspiração e não sabe por onde começar. Também para você que acha que é difícil, para não dizer impossível, começar um grande negócio sem grandes investimentos.

Esperamos ter te inspirado a empreender e seguir seus objetivos.

Crédito imagem: Wikimedia Commons

Opt In Image
Inscreva-se e baixe o e-book.
São 16 páginas com dicas práticas para aumentar seu tráfego!

22 Comments

Deixe uma resposta

Quer ir direito ao ponto? Experimente a consultoria.Saiba Mais.
+ +

Receba mais coisas como essas
no seu e-mail

Inscreva-se em nossa lista de e-mails e receba materiais interessantes e atualizações na sua caixa de e-mails.

Obrigada por inscrever-se.

Alguma coisa deu errado.